sábado, 2 de maio de 2015

Este blog foi feito para mostrar aos amigos e às editoras, parte do meu trabalho.
Tudo está registrado na BN (Biblioteca Nacional). Curiosidades:

* Escrevo desde os 8 anos de idade.
* Não começo uma história, se não tiver feito um bonito logotipo pra ela. 
* Toda história recebeu o nome original no fim. Títulos temporários eram usados.


Algumas histórias podem ser adquiridas através do site Clube de Autores, 
Clicando aqui:
https://www.clubedeautores.com.br/books/search?utf8=%E2%9C%93&where=books&what=Caio+Fernando+Nicolette&sort=&topic_id=



* * *



O PASSAGEIRO - Esta é a história da própria vida da gente, passageira e temporária, deixando sempre tolas ilusões de eternidade. Aqui, após a morte da mãe, Jacob verá seu pai envolver-se com uma nova mulher, Carmem. Ao longo dos anos, ela estabelece seu domínio. Quando ele atinge uma idade avançada, ela decide que é hora dele sumir, partir, deixar o sítio onde vivem, para que o pai possa ser plenamente feliz com ela: Ela deseja o “filho da outra” fora de sua vida, para que possa recomeçar do zero. Novos filhos, nova família. Estes primeiros capítulos são apenas a introdução, o foco da história se dá quando Jacob decide sair. Jacob um dia simplesmente coloca uma mochila nas costas, e abandona o rancho onde vivera até então com o pai. Ao longo de sua trajetória, Jacob conhecerá muitos personagens. Alguns bons, outros nem tanto. Noites de frio, fome, medo e tormenta o aguardam. O tempo todo, Jacob sente um impulso pedindo-lhe para voltar. Mas fizera uma jura à sua madrasta de não retornar, para que todos fossem felizes; Em sua caminhada, vai deixando lágrimas e tristezas. Dois longos anos se passam, e Jacob encontra-se num novo estado de espírito. Alimenta-se do lixo das outras pessoas, vive fugindo, não pode demorar-se em lugar algum. A morte, procurada, agora foge dele. Diante do sumiço do filho, o pai aprofunda-se em terrível depressão. Acaba por desenvolver um câncer. Carmem, então, passa a torturar o próprio marido, com raiva pela saudade que ele sente do primogênito. Após muito tentar, finalmente, o pai consegue contato com Jacob. Pede para que volte a tempo de vê-lo uma última vez, pois está à beira da morte. Jacob quer muito ver o pai uma última vez. Desesperado, ele decide voltar. Mas, ao regressar, precisa enfrentar também seus fantasmas. E o pior deles ainda está lá: Carmem, a mulher que um dia o expulsara. E agora? Jacob conseguirá regressar a tempo de se despedir do pai?


ARIEL - Esta é a primeira que escrevi, quando decidi tentar escrever. Minhas histórias não são continuação uma da outra. Todavia, toda história minha tem ou terá sempre uma personagem chamada Ariel. Não é a mesma. Mas é a mesma alma viajando de vida em vida. Aqui é onde tudo começa. Mediante um universo de frustração, o personagem principal encontrará Ariel. Uma belíssima moça que não está neste mundo por acaso. A partir do anjo humanizado, vários demônios ao redor começam a se mostrar. Ariel não é a perfeição, também possui frustrações. Ambos podem se completar. Ambos podem destruir a si próprios. Ou podem viver para sempre, em um milhão de vidas seguintes.


HONORÁVEL SAMURAI - Toda a história se passa praticamente no Japão. Conheceremos Yumi, uma moça de 17 anos que vive no Japão com seu tio e protetor Hatori. Uma moça lindíssima, com muitos sonhos e planos para o futuro. Hatori, sentindo o fim próximo de sua vida, decide comprometê-la com Shao, filho de seu melhor amigo. Shao é forte, esbelto, e descende dos grandes e lendários samurais. Todavia, Yumi sofre com o casamento arranjado, pois não ama o homem escolhido pelo tio. Ela acredita que o verdadeiro amor ainda surgirá. Enquanto isso, no Brasil, Lucas vive grande conflito com seu sogro, o empresário Orlando. Ele é pai da belíssima Ariel, de dezenove anos, de quem Lucas está noivo: Devem se casar em menos de dois meses. Desesperado, tentando livrar a filha do genro que detesta por razões diversas, Orlando decide cometer uma loucura. Ele arma uma emboscada, estirando Lucas ao chão, com um ferimento grave na cabeça. Lucas não chega a morrer... Mas perde a memória. Num ato de total crueldade, Orlando embarca Lucas ainda desmaiado num cargueiro, em direção ao Japão. Segue tranquilo e feliz, afinal, agora poderá comprometer a filha Ariel com quem quiser. Mas Ariel sofre, e acredita que Lucas ainda possa estar vivo. Ao desembarcar no Japão, Lucas é perseguido pela guarda costeira, e tem que fugir. Leva vários tiros pelo corpo todo, ao mesmo tempo em que não se lembra de nada: Nem mesmo de quem ele é. Yumi está chorando, aos pés de uma cerejeira, quando presencia Lucas caindo de um precipício, fugindo dos guardas japoneses. Ele está sangrando, e à beira da morte. Yumi decide salvá-lo. No Japão, Lucas terá suas ferias curadas. Ao despertar, Lucas apaixona-se por ela. Já não se lembra de sua vida no Brasil, e ambos começam a viver um amor proibido. Shao, o noivo de Yumi, não deixará barato: Desafia Lucas para uma batalha samurai, onde os dois deverão brandir suas espadas, como os antepassados. O vencedor fica com Yumi. Lucas sequer se lembra que um dia foi empresário, vestia terno e gravata. Agora, passa a treinar várias horas por dia, na tentativa de tornar-se o samurai digno de proteger e ficar com Yumi. Então, os lapsos de memória começam a voltar...


MELODRAMA - Melodrama é um elo místico sem início, e sem fim; Os capítulos da primeira fase, que se passa num campo de concentração nazista, são de longe os fachos de ficção mais tristes que um dia pude escrever. E não voltaria a escrever algo assim, novamente. A história começará na época do Nazismo, e se estenderá até os dias de hoje. Na pele de um fuzileiro nazista, Oberon é obrigado pelos seus capatazes a matar, estraçalhar e enterrar vivos todos os judeus que vê passar diante de seus olhos, nos campos de concentração para os quais é mandado. Mas, após a morte, encontra-se Oberon carregado, aprisionado e encarcerado, por todos que matou, por todo sangue que carrega consigo. Como libertar-se de tudo isso? Muitos anos depois, encontra-se Nathanael, um adolescente de dezoito anos, cursando uma faculdade, vivendo uma vida, superando conflitos. Mas, todas as noites têm sonhos, no qual se vê vestido com vestes de guerra... E matando a todos que passam diante de seus olhos. Como superar, como se libertar destes sonhos? Como calar o melodrama da alma para sempre? 


Uma história cheia de surpresas, aventura, e muita ação. São, ao todo, 50 capítulos.  Aqui, encontra-se Kevin, um rapaz de vinte e dois anos, vivendo e compartilhando com todos à sua volta, nada mais que frustrações. Tendo a mãe falecida há muito tempo, reside com seu pai, e sua madrasta, com quem vive em constante conflito; Ao longo dos tempos, mediante sua vasta experiência em informática, Kevin tornou-se um Black-hat, o hacker que não só viola, mas também rouba. Todos os dias, centavos são desviados de pessoas específicas, para sua conta. Sem querer, Kevin consegue o código secreto de uma bomba instalada nos Estados Unidos, e a dispara. Sem saber, sem a ciência de que é uma bomba. Acaba por matar 2.000 pessoas num atentado. Após uma longa investigação, é capturado e preso. Mas o hacker não tivera a intenção de matar ninguém, apenas decifrara o código. Independente de todos os seus outros pequenos crimes, furtos e invasões... Kevin é responsável pelo terrorismo?

 FINA CHINA - Ao todo, apenas 18 capítulos compõem a história. Fachos de alegria, fachos de amor... Um castigo severo por conta de um amor proibido, e por fim... Uma surpresa inimaginável. Como marcas de beliscão, que ficam por um tempo, que ao fim, recebem carícias para amenizar a dor. Um simplório rapaz que não tem onde cair morto, mora na rua, alimenta-se e vive do lixo das outras pessoas. Mesmo assim, acaba por apaixonar-se por ninguém menos que a princesa da China, filha do Rei. Esta, por sua vez, também se apaixona por ele. O ano é muito antigo e, mediante as pressões do império, este amor não pode se concretizar. Todavia, a princesa Yumi, rebelde e à frente do seu tempo, não vai abrir mão de viver esta paixão. Tampouco ele: Após ser preso, maltratado e torturado, tentará invadir o castelo, sequestrar sua amada... Vale tudo. Uma pura e ingênua história de amor, um período de luta e sofrimento, e um final surpreendente.

MANTRA - Mantra é uma história forte, épica, lírica, que se passa em Butão; os meninos desde cedo, são treinados pelos monges, nos mosteiros, dormindo poucas horas por dia: Em juventude, devem aprender a recitar, e entender a importância dos Mantras, dizeres entoados como orações. Mas um menino em especial, Shankar, dispensa tais costumes tradicionais. Faz tudo nos conformes, mediante os mandamentos de sua família rígida. Tendo o pai misteriosamente assassinado, passa a morar com sua mãe, Buddha, e seu padrasto, Zamfir. Este, embora pertença à classe dos monges mais religiosos, tem como seu pior pecado, a avareza, sendo extremamente meticuloso em tudo o que gasta. Shankar acaba por cometer uma loucura: Viola e sabota o narguile que o padrasto fuma toda noite, enchendo-o de veneno Assim, mata o padrasto. Carrega essa culpa consigo, mas entende que foi o melhor a ser feito. Porém, quando este crime vem à tona, Shankar não tem outra opção: Tem que fugir pra bem longe, abandonando a mãe, Buddha, e sua irmã menor, Safira. Shankar então encontra refúgio num distante país do ocidente: Uma terra engraçada e cheia de música, chamada Brasil. Um espírito estranho, Asmodeu, vive a persegui-lo, aconselhando-o, às vezes ajudando, às vezes atrapalhando. No Brasil, Shankar passará cerca de 10 anos. Um belo dia, Shankar decide voltar às suas origens, rever a mãe, a irmã, os mantras deixados pra trás. O que ele encontrará? Será que todos ainda guardam raiva dele, pelo assassinato de seu padrasto? 

CÓLERA DE FOGO - Uma história forte, repleta de ação do início ao fim. Deixo aos leitores, minha advertência: Cólera de Fogo é capaz de arrancar lágrimas! Não é exatamente uma história triste, mas há muita emoção. É ambientada em Barretos, nos anos 60. O entretenimento principal de toda região concentra-se na Arena Premium, onde toda a população presencia os rodeios. Vários cavaleiros impressionam. Mas ninguém é tão misterioso e habilidoso quanto o Cólera de Fogo! Um homem que se veste todo de preto, e tem a habilidade de ficar pelo tempo que o público quiser sobre os touros. E, sempre, no final de cada apresentação, deixa um rastro de fogo impressionante na areia. A identidade dele é um mistério. Dentre os personagens, teremos os conflitos entre os irmãos Thomas e Lucas. Thomas é mais velho, tem 29 anos. Lucas, 19. A mãe de ambos morrera no parto do caçula. Por conta disso, Thomas vive a culpá-lo. A rivalidade cresce quando ambos se apaixonam pela bela Ariel, uma forasteira que chega à Barretos para instalar-se com os pais, e consequentemente busca por um amor. Ambos os irmãos passam a disputar seu coração, e também a atenção de toda a cidade, nos rodeios: Sim, são peões. Thomas é visivelmente melhor e mais experiente que Lucas, humilhando-o com frequência. De cara limpa, e principalmente diante do irmão, Lucas finge ser pior, ter poucas habilidades sobre os touros. Mas guarda um segredo... Quando todos saem de perto, ele veste seus trajes negros. E se apresenta, como o Cavaleiro da Cólera de Fogo.

DEMÔNIOS - De todas as minhas obras, esta é a mais sobrenatural. Em 15 capítulos, Demônios é uma história forte, repleta de ação do início ao fim. Conheceremos Lísias, um padre exorcista que mora no Vaticano. Tem o dom de reconhecer demônios e expulsá-los das pessoas que acabam servindo de hospedeiras. Como exorcista, acaba por presenciar inúmeros casos, mesmo tendo apenas 22 anos de idade. Em determinado momento, Lísias recebe a visão perfeita do inferno. Ao mesmo tempo em que efeitos paranormais começam a afetá-lo. Lísias então decide abandonar seus votos com a igreja, a fim de tentar levar uma vida mais tranquila, já que sabe que tem pouco tempo de vida devido a uma doença trazida pelos exorcismos. Mas, no dia em que deixa a batina, presencia um atropelamento na frente da igreja. Uma mulher morre e, em seus momentos finais, implora que ele lhe abençoe, absolvendo seus pecados. Mesmo tendo deixado a batina, ele o faz. Lísas então é arrebatado em espírito, e tem uma visão: No Brasil, uma moça sofre e clama pelo seu nome. Alguém que ele nunca viu na vida. Tentado pelo chamado, Lísias viaja e conhece, em São Paulo, Ariel. Uma moça de 17 anos. Ela tem nada mais, nada menos, que 60 demônios em seu corpo. Lísias aceita o desafio, e tenta livrá-la das possessões. Os tempos se passam. Ao mesmo tempo em que tenta livrá-la, Lísias apaixona-se por ela. Nos momentos de lucidez, em que não está possuída pelos demônios, ambos passam a namorar. Quando por fim consegue expulsar o último dos demônios de Ariel, Lísias depara-se com uma surpreendente revelação... Algo capaz de mudar para sempre sua existência! Uma narrativa de tirar o fôlego, mistérios, seres demoníacos, e um final surpreendente.

FILADÉLFIA - A ideia para escrever Filadélfia me surgiu após uma quantidade significativa de romances policiais que tive de ler a contragosto na adolescência. Esta história foi escrita pela primeira vez em meados de 2006 com o título de “A Morte do Anjo”, e inicialmente era diferente. Os personagens eram os mesmos, mas o final se diferenciava: O assassino, no fim, era outro. Esta é a história da bailarina repleta de prestígio, luz e sucesso, vítima de várias fontes de inveja. Seu nome é Ariel. Mora na Filadélfia com a família, e desperta interesses por onde passa. Interesses de empresas, de mulheres, de homens. Eis que, em determinado momento... Ariel aparece morta. Brutalmente assassinada, o corpo é encontrado no ginásio onde gostava de praticar balé. Entre as pistas, está um misterioso anel de ouro, com uma safira na ponta, deixado no local do crime. A partir de então, os capítulos trazem uma série de flashbacks contando os últimos dias ou meses de Ariel. Transtornada, a família recorre ao investigador Tommy Andrews, que decide não descansar até colocar o culpado na cadeia. Os suspeitos são muitos... E estão por toda parte. Eis que, de repente... Tommy começa a ter sonhos com Ariel, a menina morta. Nos sonhos, ambos começam a se beijar, e a se envolver! E, ao final de cada envolvimento, ela pede encarecidamente que ele cesse as investigações: Preocupada com algum segredo, sua alma não quer que o culpado seja identificado. Ao despertar para a realidade, Tommy embarca em uma série de duvidas e contradições. Apesar dos sonhos, decide seguir a investigação até o fim. Armadilhas são colocadas no caminho de sua investigação, e muito sangue será derramado. 

RECOMEÇAR - A história foi delicadamente pensada e calculada. Esta é a história de Kevin, um jovem de vinte e um anos. Acaba de passar numa das mais concorridas faculdades de seu estado, porém, não deixa a imaturidade. É popular, possui amigos leais, e uma linda namorada. Kevin e seus amigos formam uma gangue que, às vezes, saem para disputar rachas com seus carros, pichar paredes, bater em mendigos, incendiar lixeiras. Perfeitos delinqüentes juvenis. Eis que, em determinado momento, Kevin acaba por capotar seu carro, sobre uma propriedade particular, em verdade uma torre elétrica de energia. O carro é eletrocutado, e explode. Mas Kevin não chega a morrer, apenas perde metade de seu cérebro. A partir de então, ele é internado num hospital-sanatório, e passa a vegetar, esforçando-se muito, para fazer pequenos movimentos com os dedos, com as mãos, com os braços. Todos os amigos lhe abandonam... Exceto a namorada. Em verdade, ex-namorada. Tempos antes do acidente, ambos haviam terminado e Kevin a humilhara diante de toda a cidade, revelando seus segredos de adolescência. Sua ex-namorada, que prometera vingança, apresenta-se para ele, sem saber ao certo se ele se lembra dela. Seu nome é Ariel. Ela é a única que acredita que é possível recomeçar. Será possível?

LAÇOS DE AMIZADE - Apresento aos leitores, Laços de Amizade. São 45 capítulos de uma história arrebatadora. Uma novela que sobreviveu e transcendeu ao tempo. Ela foi escrita em meados de 2002, com o título de “A Árvore”. Esta história, então, se perdeu; juntamente de várias outras que nunca pude recuperar. Só fui recuperá-la muito tempo depois, pois não me lembrava, mas havia gravado-a numa mídia, num CD, para um amigo. Esta é a mesma história, com algumas alterações na linguagem, na escrita, revisada capítulo por capítulo. Laços de Amizade possui três fases diferentes. Começa nos anos 1910, depois um salto no tempo, para 1990, e finalmente, 2010. Aqui, encontra-se Léo, um menino rico, diante de Ariel, uma menina pobre e deficiente, que todos na escola tiram sarro. Ele então decide que será seu protetor, não deixando que ninguém venha lhe ferir. Mas Léo não pode segurar o destino: Ela é capturada, morta e estuprada, ao sopé de uma misteriosa arvore. Pra piorar as coisas, por acaso, é o próprio Léo quem encontra o corpo. Mantém a imagem dela morta em sua mente, sem nunca poder esquecer. Anos depois, movido pela amizade eterna que ainda traz no coração, e pela memória dela, Léo funda um orfanato. A história então toma um novo rumo, aprofundando-se nas aventuras, e nas histórias paralelas de cada uma destas órfãs. Eis que então, chega Carmem. Uma misteriosa mulher, mãe da diretora do orfanato e que, de alguma maneira, está interligada à morte de Ariel, de tantos anos atrás. Qual o segredo de Carmem? O que esconde a misteriosa árvore, sob a qual a menina foi morta? Até mesmo Léo tem um segredo.

O VOO DO PEREGRINO -  Esta é minha história mais pura, mas não a escrevi. Escreveu-se sozinha. Eu fui o tempo todo, seu simplório mensageiro. O catalisador biológico de sua trama. São, ao todo, 62 capítulos repletos de suspense, mistério e ação. Semelhante em alguns pontos à novela Melodrama, os leitores podem aguardar sangue, fantasmas, e ações sobrenaturais. O Voo do Peregrino começa durante a Segunda Guerra Mundial, mas a história se estenderá até os dias de hoje. Voltaremos no tempo e conheceremos um jovem, Ícaro, que perdeu seu pai na guerra, e se depara com uma situação inusitada: Surge um homem em sua vida, Hector, ameaçando sua família, e tudo o que conquistara até então, acusando-o de um assassinato que ele não cometeu. Ele é mandado para a prisão, mesmo sendo inocente. Futuramente, quando esse tempo de trevas passar, administrará uma poderosa empresa de aviões, a Aerolótus. Assim, Ícaro terá de sobreviver a uma severa penitenciária, esperar os anos se passarem, para enfim colocar em órbita, um dia, sua tão esperada vingança... Hector e Ícaro, qual deles é o verdadeiro culpado? Qual diz a verdade?

DOTES CURATIVOS - A história surgiu em minha cabeça da maneira mais inocente que se possa imaginar, em meados de 2002, quando minha mãe teve câncer. Aqui, um empresário rico e famoso descobre estar com um câncer terminal. Ao mesmo tempo em que é solteiro e não possui filhos, não tem pra quem deixar seu patrimônio. Seu nome é Carlos. Ele entra em profunda depressão, com medo da morte. Eis que, em seu caminho, surge Iemurá, um índio misterioso, que o acolhe em sua tenda num momento de necessidade. O índio então prepara um misterioso chá, a partir de pequenas plantinhas cultivadas exclusivamente dentro de sua oca. Quando acorda, Carlos está revitalizado... E cem por cento livre do câncer que se alastrara por seu corpo! Carlos fica fascinado pelos dotes curativos daquelas plantas, ao mesmo tempo em que cresce em si, uma ambição desenfreada: Carlos retira todas as plantas do índio, e passa a reproduzi-las, cultivando-as em uma gigantesca estufa. Meses depois, Carlos tornou-se multimilionário, oferecendo ao mundo, uma cura revolucionaria contra o câncer. Um ano depois, o câncer não é mais grave do que um simples resfriado. Mas o preço do remédio, bem como a ambição de Carlos, começa a crescer... Sem parar. Em determinado momento, Iemurá surge novamente na vida de Carlos, trazendo uma infeliz novidade: Está com câncer. Mas, infelizmente, Iemurá não pode pagar pelo tratamento que um dia lhe oferecera de graça.

AS CRÔNICAS DE JUAN PABLO - Em 2007, o estudante Caio acaba por conhecer, em sua chegada à cidade, um menino de hábitos estranhos, no início. Juan Pablo. Ambos são friamente isolados, evitando popularidade, mesmo numa escola tão tumultuada. Então, ambos se aproximam... Inicialmente, não são amigos. Uma rivalidade cresce entre os dois, bem como brigas. Os anos passam... E uma amizade, que podemos chamar de irmandade, se desenvolve. As aventuras de Caio e Juan guardam surpresas, risos e lágrimas pra quem quiser ler. Ao final, um deles tem que partir, para muito longe. Mas restarão para sempre memórias de quando a vida era mais simples, de quando o mundo era mais fácil. Novela baseada em fatos reais. Dedicada a Juan Pablo Moura Chemello.

GÊMEA DA DOR - Uma história repleta de suspense e muito mistério. Desde a infância, Hadassah sempre sentiu estranhas dores. Eram como beliscões, queimaduras, quedas, empurrões. As dores sempre foram inexplicáveis. Até o dia em que conhece Ariel. E, inexplicavelmente, descobre ser gêmea de suas dores! Tudo o que Ariel sente, Hadassah sente também! Ariel carrega a mesma maldição: Recebe no corpo as mesmas dores de Hadassah. Ambas decidem buscar o significado de tais dores, e acabam, sem querer, se apaixonando. Uma pela outra. A família tentará impedir. Ao final, uma irá morrer. E a outra? Irá sentir a dor da morte também? Ou conseguirá sobreviver?

O PALHAÇO - Em infância, uma vez, lembro-me de ter sonhado com o que seria, em minha imaginação, as cenas finais da novela, ou as iniciais. O Palhaço foi escrita para ser uma história curta, porém, intrigante. Esta é a história de Alecrim, um homem como tantos outros, que acorda cedo todos os dias e vai para seu trabalho. Com um detalhe: Enquanto tantos outros ao redor vestem ternos, gravatas e crachás, ao acordar, Alecrim veste seu nariz de palhaço, peruca e maquiagem. Alecrim trabalha no circo da cidade, como palhaço. É casado há dois anos com Ariel, uma mulher loira, fria e sedutora. Ele acredita ser feliz com ela... Mas, todo dia, assim que Alecrim sai de casa, Ariel recebe seu amante. Conforme os anos se passam, Ariel e seu amante fixam um relacionamento secreto. Em determinado momento, Alecrim, ao chegar em seu trabalho, recebe uma carta de demissão: Um outro palhaço foi contratado e ficará em seu lugar. Triste, Alecrim volta para casa, e depara-se com a cena: Sua esposa, que ama mais do que tudo, nua na cama com outro homem. Qual será a reação de Alecrim?

SONHADA HOLLYWOOD - A principal inspiração para escrevê-la veio ao conhecer a música “Lost in Hollywood”, da banda System of a Down. Esta é a história de Ariel, uma menina de dezesseis anos que mora com seus pais adotivos numa favela do Rio de Janeiro, rodeada de crimes, drogas e miséria. Ela, por sua vez, é linda, loura, olhos verdes, e tem um grande sonho: Ser modelo, deixar a vida difícil que pensa ter. Então, surge em sua vida o misterioso Théo, um empresário de Hollywood que está selecionando garotas para desfilarem. A oportunidade afeta Ariel, que se encanta e deslumbra a idéia: Irá para Hollywood, ficará famosa, mudará de vida, trazendo também quem sabe uma vida melhor para seus pais. O sonho só se transforma em pesadelo quando Ariel coloca o primeiro pé na terra sonhada e almejada. Lá, descobre que foi enganada. Manipulada e encarcerada por Théo, terá de trabalhar numa boate como prostituta. E agora? Será que Ariel conseguirá voltar para casa?

INFÂNCIA - A história se passa em Damasco, capital da Síria, no ano de 2011. As personagens principais são duas meninas que, sem nenhuma relação de sangue ou parentesco, são quase idênticas: Pérola, que vive no Brasil, e Ariel, que vive com seus pais na Síria, em tempos de guerra. O tio de Pérola, Nestor, é um repórter que vive sempre viajando para diversas partes do mundo, a fim de criar seus documentários. Numa destas viagens, resolve levar a pequena Pérola, de oito anos, para que ela conheça o país que, embora esteja em guerra, é muito bonito. Ao chegarem, Nestor e Pérola ficam abrigados na casa de Hassad, um amigo de infância de Nestor. E, caminhando pelos povoados, Pérola conhece Ariel: Uma menina que, assim como ela, tem apenas oito anos de idade. Mas, mesmo assim, por conta de uma dívida antiga de seus pais, ela está sendo obrigada a casar-se com Santiago, um homem de vinte e seis anos! Ariel chora, Ariel sofre. A partir disso, Pérola decide tentar ajudá-la a fugir do casamento absurdo, arriscando com isso sua própria vida, acreditando que seja possível restaurar a infância nos olhos daquela criança que, decididamente, prefere morrer a casar-se. No dia do casamento, Pérola e Ariel trocam de lugar. Ariel vai para o Brasil no lugar de Pérola, enquanto Pérola fica em seu lugar, casando-se com Santiago. Livrou Ariel, mas e agora? Será que ela consegue salvar-se também? Será que Pérola conseguirá restaurar a inocência, a felicidade, e a infância de Ariel?

AURORA - Aurora é uma menina de nove anos, órfã, que vive num pequeno povoado, na Tailândia. Sua mãe, sendo estéril, recorrera a um pacto com o demônio, para que ela pudesse nascer. Por meio de um pacto com Belial, um ser maligno, Aurora vem à Terra. Por ela ter perdido os pais e viver em constante miséria, deveria ser triste. Mas ao contrário disso, Aurora pula, vibra, brinca, e anda sempre com o sorriso mais lindo no rosto. Incomodado com isso, surge em sua vida Belial, o demônio, um espírito maligno, ao mesmo tempo seu padrinho, que decide: Vai fazê-la infeliz, custe o que custar. Primeiro, rouba-lhe a infância. No dia seguinte, Aurora acorda com vinte e nove anos. Fica triste por ter perdido a infância, mas logo, volta a sorrir. Conhece então um príncipe, com quem decide se casar. Sua felicidade, então, torna-se mais plena ainda. Belial, incomodado, amaldiçoa-a novamente: No dia de seu casamento, devolve-lhe a infância. Na hora do Sim, Aurora é transformada novamente numa menina de nove anos. O noivo morre de desgosto, e todos fogem com medo da transformação. Aurora então, criança, foge pra bem longe. Chora muito, e sofre muito. Mas, depois de algum tempo, volta a sorrir. A felicidade não fora abalada totalmente. Belial, então, enfurece-se ainda mais. Decide dar sua ultima cartada: A Morte. Será que ele vai conseguir abalar o brilho natural de Aurora?

ALTURAS DE LOS ANDES - Uma história um pouco complexa de se entender, mas emocionante. É possível amor sem sexo? Eis a questão... Esta é a história sobre duas amiguinhas de infância: Ariel, e Luana. Todavia, Luana guarda um segredo, que nem ela mesma sabe: Nascera menino. E teve o órgão genital retirada, por conta de uma família fora do cabo. Quando o segredo é revelado, Luana compreende as razões de sempre se interessar por futebol, e brincadeiras de menino. Transtornada, Luana foge dos Andes, refugiando-se numa terra distante chamada Brasil. Voltará 15 anos depois, transformado num homem, rancoroso e vingativo, de nome Lucas. Em sua volta aos Andes, ele pretende vingar-se de toda sua família, do ambicioso médico que fizera a cirurgia... E também reconquistar o amor de uma antiga amiguinha de infância: Ariel. Mas... Jamais poderá fazê-la feliz plenamente! Isso o assombra. Será que conseguirão ser felizes, juntos? 

AVE FÊNIX - Uma história arrebatadora, e surpreendente. Inicialmente, conheceremos simplesmente um casal normal como qualquer outro, Lucas e Ariel. Ariel é modelo internacional, e considerada uma das mais belas mulheres de toda a Europa. Um dia, simplesmente... O avião em que ela viajava cai. Explode. O corpo carbonizado de Ariel é encontrado, é feito o exame de DNA que o reconhece, tudo nos devidos conformes. Ariel está morta. MORTA. 15 anos depois, Lucas permanece transtornado, sem jamais se recuperar do trauma de ter perdido a única que amara em toda vida. Começa a viajar de continente em continente, numa tentativa de tentar amenizar a dor. Eis que, ao chegar à Tailândia, ele encontra, novamente... Ariel! Viva, mas com 15 anos de idade! É a mesma pessoa, mesmos traços, mesmos trejeitos... Ariel simplesmente renascera das cinzas! Mas Ariel agora, por alguma razão, é uma pessoa revoltada, que tem raiva do mundo... E rejeita Lucas. Ele não desiste, e decide investigar as razões materiais e espirituais: Porque Ariel renascera? Qual sua missão na Terra?

HOLAMBRA - Holambra é uma de minhas histórias mais emocionantes. Embora traga o nome de uma cidade do interior de São Paulo, a história começa em Jaú, mais precisamente num curso de informática onde os personagens principais irão se conhecer. Lucas e Giovana acabam por se conhecer e, ao redor de algumas frustrações, passam a namorar. Holambra é a primeira, e também será tempos depois, a última viagem do casal. Inicialmente existe encanto, chuva de pétalas, sonhos. Mas, no decorrer dos tempos, a chuva de pétalas transforma-se em chuva de frustrações e distância. Durante o curto vínculo que se estende entre os dois, as viagens para Holambra serão o leme que irão conduzir as emoções pelo caminho. Conforme a noite cai em Holambra, e o sol vai se partindo, Lucas sabe que já é tarde demais. Passa pelos mesmos canteiros de rosas, pelas mesmas fontes de água... Agora, sozinho. Eis que, diante dessas reflexões, surge-lhe Giovana, como nos tempos antigos. Mas não está totalmente sã ou ilesa. Ao tentar tocá-la, é como tentar tocar fumaça. Somente seu espírito está ali. Diante da morte de sua amada, Lucas chora. Mas Giovana limpa suas lágrimas, levando-o para uma viagem transcedental além dos universos, além dos canteiros, além das pétalas... Onde tudo se cria, e também se acaba.

AS SAFIRAS DE OZACO - Esta história é repleta de magia do início ao fim; Há muito tempo, um antigo feiticeiro perdeu uma batalha contra outro bem mais forte e, nisso, fora aprisionado dentro de uma safira. Três mil anos depois, um novo menino encontra-se atormentado por vários pesadelos com esse antigo feiticeiro do passado, sem ter nenhuma ligação com ele: Mesmo depois de tantos anos, o espírito do feiticeiro trancado dentro da safira está transtornado, e quer se libertar pra voltar e fazer justiça. Mas nada será tão simples assim: Já não existe uma única safira. Esta se quebrara, em várias partes, que foram espalhadas pelos quatro cantos do mundo. Cinco novas safiras, cada uma apresentando um novo desafio. São criadas as temerosas Safiras de Ozaco, a partir da Safira Mãe. Ozaco transforma-se em lenda. Um mero mito que ninguém sabe ao certo se é verdade, ou se é mentira. Através dos tempos, surge Yoga, que muito se assemelha a Ozaco. Feiticeiro poderoso e praticamente invencível, só se diferencia num quesito: Em vida, Ozaco fora fonte de bondade e caridade com todos. Yoga, por algum motivo, é arrogante, perturbado, agressivo. Os maiores mistérios se desvendam, quando Yoga acaba trancafiado também, na mesma safira na qual Ozaco se encontra. 

ANJO DA GUARDA - Apresento aos leitores uma novela comovente do início ao fim. Haverá trégua, surgirão confortos no meio, como carícias, que tentam sanar marcas deixadas por beliscões. A história se passa numa pequena favela onde predomina o medo, a violência e a miséria, no ano de 2002. Esta é a história do menino que é espancado dia e noite pela mãe, que o obriga a ficar sempre nos sinais de trânsito pedindo esmola, para poder comprar drogas. Ele tem apenas nove anos e, assim, sua vida se resume a um inferno. Mesmo assim, acredita no anjo da guarda que vê toda noite nos seus sonhos, trazendo-lhe um enigma: Ele pode se salvar daquilo a hora que quiser, pode livrar-se daquele inferno no momento que desejar, basta criar um pouco de coragem. Como ele criará essa coragem? O que ele precisa fazer para se salvar da própria mãe? 

MORTE E LIBERTAÇÃO - Apresento aos leitores uma história comovente, inicialmente envolta em trevas e ambientes sombrios. Mas, ao final, surge luz. Bem como surge surpresa. Esta é a história do suicida que busca o tempo todo pela morte, de diversas maneiras. Esta história me foi soprada em sonho e, ao despertar, senti imensa vontade de colocá-la no papel. Conheceremos um pouco sobre Lísias, um homem amargurado que, mediante incalculáveis perdas em seu passado, decide tentar o suicídio. Tenta, por três vezes. Acaba fracassando as três vezes, tornando-se motivo de piada, chacota e horror para toda a cidade. Ao final da terceira tentativa, surge-lhe Ariel, uma moça que decide ajudá-lo em sua recuperação mental, espiritual e corpórea. Mas será que Lísias ainda tem tempo para se recuperar?

APARECIDA - Aparecida, em verdade, surgiu de um pequeno conto escrito em infância. A história é curta, se passa em um único dia, em uma única ocasião. No entanto, há a emoção do início, do meio, e a surpresa do fim. Aqui, um arcebispo viaja para a Aparecida do Norte, no intuito de ir buscar algumas imagens de santos que encomendara para sua igreja, em São Paulo. No caminho, acaba por conhecer Ariel, uma menina órfã que vive na rua. Ela lhe pede dinheiro. O arcebispo então lhe entrega os únicos vinténs que possui no bolso. As consequências seguintes são inimagináveis, e arrebatadoras! Uma história curtinha, porém, muito tocante.


* * * 

Até agora são essas! Há mais histórias em desenvolvimento. 
Estarão postadas quando estiverem prontas.

Caio Fernando Nicolette, escritor.
Jaú, São Paulo 
Facebook: www.facebook.com/caio.fer.nicolette
E-mail profissional: caio.fnic@ig.com.br